• facebook page
ASSOCIE-SE Juntos fazemos a diferença!

Breve história da fundação, constituição, inovação e evolução dos objetivos e valências da ADEB

“A imaginação criadora e o trabalho para mim andam de mãos dadas; não retiro prazer de nenhuma outra coisa.”
Sigmund Freud

A Associação de Apoio aos Doentes Depressivos e Maníaco-Depressivos (ADMD), atualmente denominada Associação de Apoio aos Doentes Depressivos e Bipolares, (ADEB), foi fundada em 5 de junho de 1991, por um grupo de doentes, familiares, médicos e técnicos de saúde mental.

A Associação surgiu da constatação da necessidade de criar um espaço, para além das estruturas de saúde pública e privada, onde fosse possível prestar apoio, ajuda e esclarecimentos às pessoas com o diagnóstico de Doença Unipolar (Depressão) ou. Bipolar, seus familiares e à comunidade em geral.

A ADMD foi registada na Direção Geral de Ação Social, com o n.º 18/93, em 19 de fevereiro de 1993, como IPSS, de utilidade pública, com fins de saúde. Em 26 de Novembro de 1993 foi publicado o registo definitivo dos primeiros Estatutos da então denominada ADMD, no D.R. 277, II Série. Estes viriam a sofrer algumas alterações e atualizações ao longo dos anos, devido à adaptação das valências da Associação, às necessidades dos seus associados.

Numa fase inicial do funcionamento desta Instituição constavam dos estatutos a finalidade do trabalho desenvolvido, que abrangia a “Ajuda Moral, psíquica e física aos doentes depressivos, maníaco depressivos e seus familiares” (1993). A implementação a nível nacional foi desde cedo uma prioridade da ADMD, concretizada pela implementação da Delegação da Região Norte (no Porto) e da Região Centro (em Coimbra) em 1998.

No desenvolvimento do seu trabalho, a então denominada ADMD sentiu necessidade de evoluir, procurando ir ao encontro das necessidades expressas por todos aqueles que nos procuravam, adotando os seguintes objetivos: Reabilitação Psicossocial, Promoção de Ações de Educação Médica Especializada; Apoio à Célula Familiar, Apoio e Orientação dos utentes desempregados (1999).

A ADMD nos primeiros anos privilegiou uma campanha de divulgação das patologias apresentadas e debatidas em congressos, simpósios e colóquios, onde os associados tinham uma participação ativa, nos temas sobre saúde mental, com colaboração e empenho dos médicos psiquiatras, enfermeiros e outros técnicos, revelando-se os principais cooperantes solidários na construção e crescimento da maior associação de saúde mental em Portugal, na área do apoio à doença depressiva e bipolar.

Em Assembleia-Geral Extraordinária, no dia 5 de julho de 2003, procedeu-se à alteração da denominação e da sigla da Associação, tendo sido aprovado o nome: Associação de Apoio aos Doentes Depressivos e Bipolares, (ADEB). Esta alteração foi publicada no Diário de República N.º 75, III Série, de 29 de março de 2004, ficando o domicílio da Sede Social no Bairro Dr. Alfredo Bensaúde, Freguesia de Olivais, Lisboa. Desde 2009, a ADEB localiza-se, num novo espaço, sito na Av. De Ceuta, nº53, na Freguesia de Alcântara, Lisboa.

No ano 2010 a ADEB obteve a sua certificação de qualidade no âmbito da ISO 9001, que mantém até hoje.

Em 5 de Junho de 2015 a ADEB celebrou o seu 25º aniversário, um quarto de século em que a Associação e a sua equipa foram aprendendo e crescendo com os erros, desafios e vitórias, numa procura contínua de melhoria dos serviços prestados aos nossos associados e à comunidade.

Ainda durante o ano de 2015, ao abrigo dos Estatutos das IPSS aprovado pelo D.L. nº119/83 de 23 de fevereiro, alterado pelo D.L. nº172-A/2014 de 14 de novembro, que altera o Estatuto das IPSS, a ADEB procedeu, mais uma vez, à alteração dos seus Estatutos.

As principais propostas desta revisão assentam principalmente na reformulação da definição de instituições particulares de solidariedade social, na clara separação entre os fins principais e instrumentais das instituições, entre outros pressupostos que têm como objetivo que “este novo ciclo da economia social possa assentar em alicerces mais sólidos e sustentáveis, do ponto de vista económico-financeiro, e que sejam salvaguardados os esforços e os progressos já realizados” (D.L. nº172-A/2014 de 14 de Novembro). Neste sentido, a Direção da ADEB e equipa técnica e jurídica prepararam e apresentaram um novo projeto de Estatutos. Para tal, todos os associados foram convocados para uma Assembleia Geral Extraordinária no passado dia 10 de outubro de 2015, o qual foi aprovado por unanimidade, com vinte e quatro votos a favor.

De acordo com as novas alterações, no que concerne ao âmbito de ação, a ADEB visa desenvolver a sua atividade em todo o território nacional, por via da criação de Delegações ou Núcleos Distritais ou de estabelecimento de acordos de cooperação com entidades terceiras, abrangendo pessoas com o diagnóstico de Depressão (Unipolar), perturbação Bipolar e outras comorbilidades associadas, familiares, cuidadores, médicos, psicólogos, enfermeiros, técnicos de serviço social e outros profissionais da área da saúde mental (art.º 3º). Os objetivos principais da ADEB são:
a) Implementar respostas de cuidados continuados integrados de saúde mental destinadas a pessoas com o diagnóstico da doença Unipolar e Bipolar e outras comorbilidades associadas, de que resulte incapacidade psicossocial e que se encontrem em situação de dependência, cujas respostas estão previstas na Lei; b) Promover, educar e formar, de forma especializada, na área da Saúde Mental, tendo em vista divulgar e elevar o conhecimento das pessoas com o diagnóstico de doenças Unipolar e Bipolar e seus familiares ou cuidadores para a prevenção e (re)habilitação; c) Apoiar e orientar os jovens e adultos associados da ADEB em situação de desemprego, no percurso de inserção ou reinserção no mercado de trabalho em cooperação com as unidades locais do IEFP, I.P.; d) Desenvolver o Fórum Sócio Ocupacional, com base na legislação em vigor aplicável (art.º 4º). Assim, os novos Estatutos da ADEB, encontram-se publicados no SITE da ADEB, www.adeb.pt.

A Direção da ADEB congratula-se pelo Secretário da Saúde, Dr. Fernando Araújo, ter emitido despacho favorável, datado de 04/10/2018, ao abrigo do Lei nº 44/2005, de 29 de agosto, e da Portaria nº 535/2009, de 18 de maio, onde atribui o estatuto de Associação de Defesa dos Utentes, o qual vem estabelecer os direitos de participação e intervenção da associação na defesa de utentes da saúde junto da administração central, regional e local.

Esperamos, desta forma, continuar a apoiar as pessoas que sofrem de Depressão e Doença Bipolar, seus familiares e cuidadores em busca da estabilidade, bem-estar e qualidade de vida.

Seleção e Composição por:
Renata Frazão, Psicóloga Clínica
Cármen Gonçalves, Assistente Social

Revisto e Auditado por:
Presidente da Direção da ADEB,
Delfim Augusto d`Oliveira
Lisboa, 20-02-2019

Destaque

Notícias e actividades

VER TODAS

Viver na corda bamba das emoções e … ser feliz

Viver na corda bamba das emoções e … ser feliz

Na Associação de Doentes Depressivos e Bipolares (ADEB) aprende-se a viver com um problema de saúde que ainda é estigmatizado pela sociedade.

Publicado a 06/01/2015

+ Ver mais
Apresentação Dr. António Sampaio

Apresentação Dr. António Sampaio

Apresentação do Livro “Escuridão Visível” pelo Dr. António Sampaio, Médico Psiquiatra.

Publicado a 21/09/2019

+ Ver mais
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização