ASSOCIE-SE Juntos fazemos a diferença!

Breve história da fundação, constituição, inovação e evolução dos objetivos e valências da ADEB

“A imaginação criadora e o trabalho para mim andam de mãos dadas; não retiro prazer de nenhuma outra coisa.”
Sigmund Freud

A Associação de Apoio aos Doentes Depressivos e Maníaco-Depressivos (ADMD), atualmente denominada Associação de Apoio aos Doentes Depressivos e Bipolares, (ADEB), foi fundada em 5 de junho de 1991, por um grupo de doentes, familiares, médicos e técnicos de saúde mental.

A Associação surgiu da constatação da necessidade de criar um espaço, para além das estruturas de saúde pública e privada, onde fosse possível prestar apoio, ajuda e esclarecimentos às pessoas com o diagnóstico de Doença Unipolar (Depressão) ou. Bipolar, seus familiares e à comunidade em geral.

A ADMD foi registada na Direção Geral de Ação Social, com o n.º 18/93, em 19 de fevereiro de 1993, como IPSS, de utilidade pública, com fins de saúde. Em 26 de Novembro de 1993 foi publicado o registo definitivo dos primeiros Estatutos da então denominada ADMD, no D.R. 277, II Série. Estes viriam a sofrer algumas alterações e atualizações ao longo dos anos, devido à adaptação das valências da Associação, às necessidades dos seus associados.

Numa fase inicial do funcionamento desta Instituição constavam dos estatutos a finalidade do trabalho desenvolvido, que abrangia a “Ajuda Moral, psíquica e física aos doentes depressivos, maníaco depressivos e seus familiares” (1993). A implementação a nível nacional foi desde cedo uma prioridade da ADMD, concretizada pela implementação da Delegação da Região Norte (no Porto) e da Região Centro (em Coimbra) em 1998.

No desenvolvimento do seu trabalho, a então denominada ADMD sentiu necessidade de evoluir, procurando ir ao encontro das necessidades expressas por todos aqueles que nos procuravam, adotando os seguintes objetivos: Reabilitação Psicossocial, Promoção de Ações de Educação Médica Especializada; Apoio à Célula Familiar, Apoio e Orientação dos utentes desempregados (1999).

A ADMD nos primeiros anos privilegiou uma campanha de divulgação das patologias apresentadas e debatidas em congressos, simpósios e colóquios, onde os associados tinham uma participação ativa, nos temas sobre saúde mental, com colaboração e empenho dos médicos psiquiatras, enfermeiros e outros técnicos, revelando-se os principais cooperantes solidários na construção e crescimento da maior associação de saúde mental em Portugal, na área do apoio à doença depressiva e bipolar.

Em Assembleia-Geral Extraordinária, no dia 5 de julho de 2003, procedeu-se à alteração da denominação e da sigla da Associação, tendo sido aprovado o nome: Associação de Apoio aos Doentes Depressivos e Bipolares, (ADEB). Esta alteração foi publicada no Diário de República N.º 75, III Série, de 29 de março de 2004, ficando o domicílio da Sede Social no Bairro Dr. Alfredo Bensaúde, Freguesia de Olivais, Lisboa. Desde 2009, a ADEB localiza-se, num novo espaço, sito na Av. De Ceuta, nº53, na Freguesia de Alcântara, Lisboa.

No ano 2010 a ADEB obteve a sua certificação de qualidade no âmbito da ISO 9001, que mantém até hoje.

Em 5 de Junho de 2015 a ADEB celebrou o seu 25º aniversário, um quarto de século em que a Associação e a sua equipa foram aprendendo e crescendo com os erros, desafios e vitórias, numa procura contínua de melhoria dos serviços prestados aos nossos associados e à comunidade.

Ainda durante o ano de 2015, ao abrigo dos Estatutos das IPSS aprovado pelo D.L. nº119/83 de 23 de fevereiro, alterado pelo D.L. nº172-A/2014 de 14 de novembro, que altera o Estatuto das IPSS, a ADEB procedeu, mais uma vez, à alteração dos seus Estatutos.

As principais propostas desta revisão assentam principalmente na reformulação da definição de instituições particulares de solidariedade social, na clara separação entre os fins principais e instrumentais das instituições, entre outros pressupostos que têm como objetivo que “este novo ciclo da economia social possa assentar em alicerces mais sólidos e sustentáveis, do ponto de vista económico-financeiro, e que sejam salvaguardados os esforços e os progressos já realizados” (D.L. nº172-A/2014 de 14 de Novembro). Neste sentido, a Direção da ADEB e equipa técnica e jurídica prepararam e apresentaram um novo projeto de Estatutos. Para tal, todos os associados foram convocados para uma Assembleia Geral Extraordinária no passado dia 10 de outubro de 2015, o qual foi aprovado por unanimidade, com vinte e quatro votos a favor.

De acordo com as novas alterações, no que concerne ao âmbito de ação, a ADEB visa desenvolver a sua atividade em todo o território nacional, por via da criação de Delegações ou Núcleos Distritais ou de estabelecimento de acordos de cooperação com entidades terceiras, abrangendo pessoas com o diagnóstico de Depressão (Unipolar), perturbação Bipolar e outras comorbilidades associadas, familiares, cuidadores, médicos, psicólogos, enfermeiros, técnicos de serviço social e outros profissionais da área da saúde mental (art.º 3º). Os objetivos principais da ADEB são:
a) Implementar respostas de cuidados continuados integrados de saúde mental destinadas a pessoas com o diagnóstico da doença Unipolar e Bipolar e outras comorbilidades associadas, de que resulte incapacidade psicossocial e que se encontrem em situação de dependência, cujas respostas estão previstas na Lei; b) Promover, educar e formar, de forma especializada, na área da Saúde Mental, tendo em vista divulgar e elevar o conhecimento das pessoas com o diagnóstico de doenças Unipolar e Bipolar e seus familiares ou cuidadores para a prevenção e (re)habilitação; c) Apoiar e orientar os jovens e adultos associados da ADEB em situação de desemprego, no percurso de inserção ou reinserção no mercado de trabalho em cooperação com as unidades locais do IEFP, I.P.; d) Desenvolver o Fórum Sócio Ocupacional, com base na legislação em vigor aplicável (art.º 4º). Assim, os novos Estatutos da ADEB, encontram-se publicados no SITE da ADEB, www.adeb.pt.

A Direção da ADEB congratula-se pelo Secretário da Saúde, Dr. Fernando Araújo, ter emitido despacho favorável, datado de 04/10/2018, ao abrigo do Lei nº 44/2005, de 29 de agosto, e da Portaria nº 535/2009, de 18 de maio, onde atribui o estatuto de Associação de Defesa dos Utentes, o qual vem estabelecer os direitos de participação e intervenção da associação na defesa de utentes da saúde junto da administração central, regional e local.

Esperamos, desta forma, continuar a apoiar as pessoas que sofrem de Depressão e Doença Bipolar, seus familiares e cuidadores em busca da estabilidade, bem-estar e qualidade de vida.

Seleção e Composição por:
Renata Frazão, Psicóloga Clínica
Cármen Gonçalves, Assistente Social

Revisto e Auditado por:
Presidente da Direção da ADEB,
Delfim Augusto d`Oliveira
Lisboa, 20-02-2019

Destaque

Notícias e actividades

VER TODAS

Relatório revela que cerca de 200 mil portugueses sofrem de doença bipolar

Relatório revela que cerca de 200 mil portugueses sofrem de doença bipolar

António Sampaio, psiquiatra, em entrevista à RTP no programa Bom Dia Portugal, em 30 Abril 2019.

Publicado a 15/09/2020

+ Ver mais
Atividades ADEB (Delegação Região Norte) 1º semestre 2021

Atividades ADEB (Delegação Região Norte) 1º semestre 2021

Sessão Psicopedagógica via online: Novas dependências do sec. XXI e impacto nas perturbações do humor. Participe! Envie o seu e-mail de inscrição

Publicado a 14/04/2021

+ Ver mais
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização